«Há um rio entre eles, mas ainda assim, mais logo voltarão a falar, porque ele precisa dela e ela precisa dele, e um dia, inevitavelmente, acabarão por descobrir uma forma de caminharem juntos pela mesma margem.»

2 comentários:

  1. Lindo... Mas nem todas as histórias encantam Joana, e há simplesmente rios intransponíveis

    ResponderEliminar

«sorri, esquece, dorme, sonha; mas sobretudo, vive»