não interessa

«Once upon a time there was light in my life
But now there's only love in the dark
Nothing I can say
A total eclipse of the heart»

eu não quero sorrir por sorrir, imaginando ser alguém que não sou, não quero fingir que está tudo bem e fazer de conta que sou feliz. quero chorar quando tiver de ser, quero apanhar chuva quando sentir vontade de o fazer, quero gritar bem alto se o meu subconsciente assim o desejar.

«o amor é cheio de armadilhas. Quando se quer manifestar, mostra apenas a sua luz - e não nos permite ver as sombras que essa luz provoca»

tenho pensado em ti, em ti e em nós. em como éramos felizes, mas de nada adianta recordar. é só passado escondido atrás de muralhas que criamos à nossa volta. o que resta de um 'nós' ficou para trás, e as muralhas não são para derrubar. é melhor mantermo-nos assim, afastados um do outro como se nem nos conhecêssemos. tu não vais lembrar-te de mim, e eu vou dormir agarrada a memórias que vão acabar por se desvanecer. eu vou continuar a ver os meus castelos de areia serem apagados pela força das ondas.

«Stars shining bright above you

Night breezes seem to whisper "I love you"»

Sem comentários:

Enviar um comentário

«sorri, esquece, dorme, sonha; mas sobretudo, vive»