bem-me-quer

um dia destes pego num malmequer e vou arrancando as pétalas até perceber o que está reservado para mim, mas vou fazê-lo a pensar em ti. se a última pétala for malmequer faço uma busca intensiva por um trevo de quatro folhas. se não der resultado, aceito a minha pouca sorte e chego à conclusão que tu és a boa sorte que apareceu na minha vida para fazeres parte dela.
dás sentido às coisas...

Sem comentários:

Enviar um comentário

«sorri, esquece, dorme, sonha; mas sobretudo, vive»